Agricultura de Conservação (AC) — Caracterizada pelos três princípios vinculados de minimizar a perturbação do solo, cobrir permanentemente o solo e incluir culturas rotativas e associadas – tem provado ser eficaz para restaurar a saúde e fertilidade do solo, melhorar a captura e uso das chuvas e aumentar os rendimentos das culturas e a rentabilidade agrícola. Estudos científicos e a experiência de agricultores também têm mostrado que pode melhorar a segurança alimentar, reduzir os requisitos de mão-de-obra (levando a benefícios significativos para os pequenos agricultores do sexo feminino) e ajudar a construir sistemas agrícolas mais resistentes às mudanças climáticas. Nas regiões semi-áridas de África, onde grande parte da programação do Canadian Foodgrains Bank (Banco de Cereais do Canadá) está concentrada, as práticas da AC têm demonstrado melhorar a humidade e fertilidade do solo e levar a ganhos substanciais de rendimento.

Ao longo da última década, os parceiros da rede do Canadian Foodgrains Bank (Banco de Cereais do Canadá) implementaram mais de 50 projetos de AC em muitos países diferentes em toda a África Subsaariana. Este impulso estimulou a criação de materiais de recursos, reuniões anuais e outras oportunidades para compartilhar e aprender juntos e a contratar a tempo integral oficiais técnicos da AC.

Esta equipa técnica do CFGB tem estado a recolher aprendizagens e experiência de parceiros, a rever literatura científica e a conversar com outras pessoas envolvidas na programação da AC. Eles usaram essas aprendizagens até agora para desenvolver a seguinte lista de princípios básicos para orientar a programação da AC. Por favor, note que estes são princípios (verdades gerais que orientam a ação) e não leis (regras duras e rápidas acerca do que fazer). Por conseguinte, esses princípios precisam de ser trabalhados, usados e adaptados a situações específicas. Agradecemos muito os seus comentários e pensamentos sobre esses princípios, porque esperamos atualizar estes numa base regular.